Faço DOC ou TED? Entenda a diferença

08/06/2016 | Por | Comentar Leia mais

doc ou tedVocê precisa transferir recursos e foi aconselhado a fazer um DOC ou TED e ficou na dúvida: qual a diferença entre os dois? Qual o melhor para meu caso?

Quando precisamos transferir valores para contas de outros bancos encontramos diversas opções disponíveis, inclusive cheques, depósitos diretos nas agências ou por envelope no caixa eletrônico e também as mais utilizadas: DOC e TED. Essas duas transações estão disponíveis nos bancos brasileiros e podem ser feitas por meio do internet banking, em caixas eletrônicos e nos caixas presenciais.

Todas infelizmente só são permitidas a donos de contas correntes. Os clientes de poupança não podem fazer transferência entre bancos diferentes porque o propósito deste tipo de conta é apenas guardar dinheiro e não fazer movimentação bancária. Porém, um cliente de conta poupança pode receber o dinheiro, ele só não enviar dinheiro através de DOC ou TED. Também não é possível realizar um DOC ou TED no sábado, domingo, feriado, ou após o horário estabelecido nos dias úteis. Neste caso, terá que ser feito um agendamento para o próximo dia útil.

Vale lembrar ainda que o envio da quantia pode ser feito entre contas que possuem o mesmo titular ou que tenham titulares diferentes, tanto na mesma instituição bancária quanto em instituições distintas.

Confira as características de cada tipo de transferência e decida se vale a pena fazer um DOC ou TED.

DOC

DOC é a abreviação de Documento de Ordem de Crédito, é uma transferência entre contas correntes de bancos diferentes com valor de até R$ 4.999,00 . O prazo para realização do crédito na conta recebedora é de 24 a 48 horas, sendo este prazo chamado de período de compensação do DOC, da mesma forma que ocorre com os cheques. O horário limite para envio de DOC, em dias úteis, é 21h59 (de Brasília).

Para emitir um DOC o cliente deve pagar uma taxa que varia de banco para banco pelo serviço.

O DOC pode ser usado tanto por pessoas físicas quanto por pessoas jurídicas. O DOC “E” serve para transações entre contas com titulares ou CPFs diferentes, já o DOC “D” é destinado para operações entre contas de mesmo titular ou CPF. Para realizar a transferência é preciso ter como dados o nome do banco, número da conta, número da agência e o CPF ou CPNJ de quem vai receber o dinheiro.

Apesar do período de compensação de um DOC ser de 48h há casos em que o dinheiro entra no mesmo dia. O cliente deve saber apenas que o dinheiro deve chegar na conta da outra pessoa em até dois dias úteis, chamado pelos bancários de D + 1 ou Dia + 1.

Confira as tarifas cobradas para DOC pelos principais bancos no site do Banco Central do Brasil (13 – Transferência de recursos, Transferência por meio de DOC).

TED

A Transferência Eletrônica Disponível (TED) foi criada pelo Banco Central em 2002, é uma operação de transferência interbancária entre contas de clientes pessoas físicas ou jurídicas. Desde o dia 15 de janeiro de 2016, conforme nota divulgada pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban), não há mais valor mínimo para emissão de TED. Antes, esse valor era de R$ 250 por transferência. Ainda assim, há limite de horário para envio, que é de até as 17h (de Brasília), nos dias úteis apenas.

Ao contrário do DOC, a TED vai entrar na mesma hora na conta corrente de quem se está enviando o valor, pedindo-se um prazo que vai de cinco a 10 minutos para se visualizar o dinheiro na outra conta. Mas saiba que isso só vale para os dias úteis, ou seja, durante a semana e em dias que não são feriados bancários. Fique atento na hora de preencher os dados porque não dá para cancelar a TED após a autorização.

Os números necessários para tal transação são os mesmos do DOC: banco de destino, número do CPF e os números de agência e conta bancária.

Segundo o Banco Central do Brasil há bancos que não cobram por operações de TED, enquanto que outros cobram valores que variam de R$ 2,00 a R$ 150,00. Confira as tarifas cobradas para TED pelos principais bancos no site do Banco Central do Brasil (13 – Transferência de recursos, Transferência por meio de TED).

DOC ou TED? Veja as diferenças

Confira neste quadro as principais diferenças:

Tipo Prazo para realização Crédito Custo Meio de transferência
TED Até as 17h Imediato Depende do banco Eletrônico ou atendimento
DOC Até as 17h Até 48 horas Depende do banco Eletrônico ou atendimento

Qual o melhor

Considerando que hoje em dia praticamente todos os bancos cobram a mesma taxa para qualquer uma das operações, o TED é melhor pois a transferência é realizada em tempo real e caso algum problema ocorra, você fica sabendo em alguns minutos, dentro da própria agência, se terá que refazer a transferência.

Portanto, para otimizar seu tempo e confirmar instantaneamente com o recebedor do crédito se tudo deu certo, vá de TED.

Outros cuidados

Fique atento aos seus limites de transferência

Verifique junto ao seu banco se seu limite de transferência diário para DOC ou TED atende ao que você precisa.

Taxas

Confirme se os valores são iguais ou próximos para DOC ou TED. Havendo diferença, dependendo do valor transferido e do prazo para concluir a transação, pode ser que valha a pena escolher o mais barato.

Confira os valores de DOC e TED nos seis principais bancos do país considerando a maneira de transferir o dinheiro:

Banco TED ou DOC presencial TED ou DOC por autoatendimento, meios eletrônicos e internet Transferências entre contas do mesmo banco
Banco do Brasil R$ 14 R$ 7,80 R$ 1,00 (pessoal) e R$ 0,90 (outros)*
Santander R$ 14,80 R$ 7,95 R$ 1,20 (pessoal) e R$ 1 (outros)*
Caixa Econômica R$ 14,70 R$ 7,85 R$ 1,15 (pessoal) e R$ 0,95 (outros)*
HSBC R$ 14,70 R$ 8,20 R$ 1,05 (pessoal) e R$ 0,95 (outros)*
Bradesco R$ 15,30 R$ 8,25 R$ 1,15 (pessoal) e R$ 0,90 (outros)*
Itaú R$ 15,50 R$ 8,50 R$ 1,20 (pessoal) e R$ 0,95 (outros)*

*Outros: são os terminais de autoatendimento, meios eletrônicos e internet

Consulte as tarifas atualizadas no site da Febraban.

DOC ou TED grátis

Existem opções de contas bancárias que não cobram tarifas de DOC ou TED, conheça aqui.

Tags: , ,

Category: Bancos